Let’s Get In Formation!

Bitch, I’m back by popular demand!

E assim começa a nova musica lacradora da minha, nossa diva Beyoncé Giselle Knowles Carter, “Formation“. Um dia antes dela se apresentar com o Coldplay e Bruno Mars no Super Bowl 50, onde esperamos (pelo menos eu esperei) uma musica nova desde 2014, quando ela lançou o ultimo álbum, Beyoncé (que é maravilhoso!).

E claro que não estou aqui só para falar da minha diva mas também soltarei um pouco meu verbo refente aos “mimimi” que surgiram após o lançamento do clipe, que vocês podem ver logo abaixo.

Farei um breve resumo do que fala a musica de acordo com meu entendimento. A batida é ótima, é o estilo de musica que curto bastante e viciante, dançante com a coreografia muito bem elaborada. Já começa o clipe causando em cima de um carro de policia atolado na cidade de New Orleans, pedindo aos seus haters pararem com essa putaria de “Illuminati isso, Illuminati aquilo” , o que concordo plenamente, já deu, e se você não sabe o que isso da uma pesquisada depois no google 😉

 E o clipe está em uma vibe sulista, roupas e cenário da época escravocrata onde ela retrata isso de uma modo critico. Para quem não sabe, Bey tem uma filhinha com o rapper Jay-Z, a fofa da Blue Ivy Carter, que até da as caras no clipe. E para quem não sabe, em 2014 houve uma polemica do povo pedindo para os pais da Blue pentearem o cabelo da garota…Mas como nossa diva é a cara da riqueza e tem mais o que fazer bancou a egípcia ignorando toda a situação e no clipe mandou: I like my baby hair, with baby hair afros (eu gosto do cabelo da minha bebê, com cabelo de bebê afro). 

Agora vem outra coisa que me incomodou quando fiquei sabendo. Beyoncé é de Houston, Texas e Jay-Z do Brooklyn, New York. Ambos são negros, enquanto o povo achava que Bey era branca, até aí okay. Quando Blue nasceu e viram que ela também era negra o povo começou a falar merda esperando nascer uma garota BRANCA (whaaaaaat???). O racismo como podem ver ainda prevalece nessa geração de bosta que vivemos. Mas graças a ela e a outros cantores, atores e outros representantes sociais negros é que nos últimos tempos temos conquistado com muito “suor” nosso lugar e aceitação na sociedade. Pois também sou negro!!!

E já reparam que quando um negro vai ser citado em algo como um exemplo, ainda mais em livros didáticos vem como a figura de um escravo? Incrível esse tipo de coisa, no fundo não me importo nem um pouco com isso, estou cagando e andando para o que pensam da cor da minha pele. A unica coisa que sei é que todo dia busco me destacar naquilo que faço não pra ser melhor que ninguém, mas por mérito meu e pra conquistar aquilo que quero. I dream it, I work hard.

Voltando ao clipe que não acabou, minha Queen B vem com toda sua ostentação de rapper feminina no clipe, falando de carros chiques, roupas de grife, bebidas e outros, soltando: I see it, I want it…I grind ‘til I own it (Eu vejo, eu quero…Eu me esforço até conseguir), ou seja querido, o que ela tem até hoje foi conquistado com o trabalho e carreira que construiu. Bitch!!!

Ao final do clipe, creio que seja o que define a musica, é a frase que aparece no final do clipe grafitada na parede, “Stop Shooting Us” (Parem de atirar em nóscom um garotinho dançando um break e fazendo sinal pedindo cessar fogo aos policiais que aparecem. Alias, aqui no Brasil reclamamos de agressão aos negros e tals, mas nos EUA a coisa é bem feia, ainda mais em regiões como New Orleans, Missouri, Brooklyn e outros Estados. Não que aqui também não seja o mesmo cenário.

Só pra fechar com chave de ouro, ela lançou também no mesmo dia do Super Bowl sua nova turnê, Formation Tour, que será um arraso total, pois apenas com 48 horas de vendas, incluindo a pré-venda, já estão esgotados os ingressos para 16 shows, totalizando um milhão de entradas já…Desculpa querida!!! Pelo que vi será só na America do Norte e Europa a tour.

E por hoje é só, fugi do tema que deveria ser seguido mas por um bom motivo, espero que tenham gostado, compartilhem, deixem seus comentários, escutem essa musica que esta maravilhosa e até a próxima.

Okay ladies, now let’s get in formation!!! ❤

Anúncios

1 comentário

  1. Devaneius · fevereiro 21, 2016

    Palmas! Para você e para nossa Rainha Bey ❤
    É intrigante e ao mesmo tempo cansativo como o povo faz mimimi por nada sendo que há coisas muito mais importantes a serem discutidas e mudadas. Acho que, tirando a maioria europeia e asiática, o resto do mundo tem pelo menos um traço da raça negra no sangue, e mesmo assim, sem entender um pingo da própria história, discriminam e matam os negros. Miscigenação! As pessoas precisam estudar mais história e, quem sabe, biologia, para entender uma coisa básica como esta. Pensaram que a Bey fosse branca? Gente perai… Espero que este novo CD da diva esfregue na cara desse povo idiota que os negros existem, são serem humanos também e ajude ainda mais nessa luta (que nem deveria existir se os humanos fossem mais humanos). Beijos e força par nós negros desse mundo! ❤

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s