3. Tipos de clientes!

Olá desajustados. A quanto tempo. Ando cuidando de algumas coisas nos últimos tempos e não teve como fazer mais de um post por semana (mentira, só tive preguiça mesmo, e aproveitei o meu pouco tempo de lazer hehe).

Darei andamento ao meu diário, onde falarei sobre aquelas pessoas MA-RA-VI-LHO-SAS que sempre falam comigo do outro lado da linha de maneira educada, com sorriso na voz, sempre atenciosas e dispostas a ouvir a proposta do meu produto..Só que não! Acho que nem existem essas pessoas 😥

O ser humano é uma pessoa difícil de lidar, tanto pessoalmente quanto por outros meios de comunicação. Pessoalmente, você vê a cara do fulano com quem esta conversando, da para ler e entender seus trejeitos ao falar, seu tom de voz, cria-se uma relação. Mas quando é por telefone, minha amiga(o), já é outra história. A pessoa pode ser uma falsiane do caramba, dizer que esta ocupada quando na verdade esta sentada, coçando e passando pomada. Não é mais fácil dizer que não esta disposto a falar? Arrego!

O foda é que nós, teleoperadores, somos pagos para sempre falar com o cliente de modo respeitoso, paciente, mesmo sabendo que seu gás acabou em casa e você só terá o dinheiro no quinto dia útil. Isso chama-se ser falso com o cliente? Sim, talvez. Mas na verdade é o famoso e raro “profissionalismo”. Saber separar o seu pessoal do profissional. E isso serve para você também meu querido cliente que lê este post. Não desconte seus problemas no atendente, pois ele não tem culpa. O cliente nem sempre tem razão!

Agora um tipo de cliente irritante, é aquele que se acha o dono da verdade, o diferentão.
Geralmente aquela pessoa mesquinha, que tem uma renda alta, 3 carros na garagem, mora em uma cidade “chique”, tem um cartão sem limites, e se acha no direito de te tratar como inferior. Fico me perguntando: como será a vida de uma pessoa assim? Ótima né, pois eles são RIIIIIIIIIICOS, cagam dinheiro e Prada. Mas imagino como deve ser o coração de alguém assim. Ao mesmo tempo tem tudo, e nada.

Sem falar aqueles famosos: Então, sabe como é né, a CRISEVocê deixa de comer por causa da crise? De pagar suas contas? Ter seu lazer? Não né. Se formos parar de fazer algo por causa da crise, que alias, só ficou famosa devido a propaganda que teve, ficaremos sentados em casa comendo a própria merda. E essas pessoas que colocam a culpa na crise geralmente são as endividadas que não sabem administrar aquilo que tem, e depois vem falar que meu produto vai piorar ou pode ainda mais sua situação. Tudo é questão de ter controle e bom senso. Meu trabalho é prestar consultoria ao cliente, criar uma solução para seu problema (e vender também, claro), mas existem aqueles que se estão na merda, fazem questão de rolar em cima.

Gente, agora uma outra coisa que atrapalha muuuito em questão de venda. Confiança do cliente. Com os golpes que vemos ocorrer com frequência, de pessoas desatentas que passam dados pessoais por telefone, não sabem nem para quem estão passando e depois se fodem. E como esse tipo de informação a mídia faz questão de divulgar, com razão, todos ficam com a pulga atras da orelha quando peço para confirmar o bendito CPF. Tem uns que pensam que falo da cadeia, ou que sou um vagabundo que não tem o que fazer, ou dão a desculpa de não tê-lo no momento…Quem me conhece, sabe muito bem que eu tenho preguiça até de lavar a cara quando acordo, ainda mais querer inventar de tentar fazer algo com os dados de alguma pessoa. Maior rolê, sem falar que é perca de tempo e uma puta sacanagem. Uma dica: peça para ele pelo menos confirmar os três primeiro números de cada um, se ele não souber exija a maior garantia de segurança que você pensar. Só não desligue na cara.

Claro que existe uma infinidade de tipos de clientes ainda, como o carente que quer contar a vida toda dele e esquece até o motivo da ligação (nessas horas coloca no MUTE e deixa ele falar a vontade amado, esse botão é uma invenção de Deus); aquele que nem sabe o que você está oferecendo; o simpático demais, até desconfio desses, dentre outros.

P.S: Aqui vai um recado para os maridos e esposas que atendem o telefone do companheiro: não faça isso. Não significa que o fato de vocês serem casados, amigados ou enrolados, que o que tem pra ser oferecido ao seu companheiro é do seu interesse e conta. São as vezes dados bancários a serem tratados diretamente com o TITULAR. Combinado?

Acredito que até o momento é isso, melhor evitar de continuar falando dessas pessoas maravilhosas que me ajudam a bater minha meta do dia as vezes até por pena (pois é, já aconteceu isso, mas eu não mendiguei, pelo contrario, fiquei com raiva!). Mas deixem seus comentários e perguntas, curtam se logando pelo Face abençoados, e compartilhem se gostaram.

Agradeço desde já pela atenção. Até a próximo! Bye 😉

Anúncios

6 comentários

  1. Devaneius · março 16, 2016

    Hahahaha E eu que achei que atender pessoas pessoalmente era pior que por telefone 😛 Tem gente que não se toca né? Adorei o post, até mesmo porque também vendo, mas não é a mesma coisa. Minha mãe trabalhou muitos anos com isso, mas era cobrança. Cada coisa que ela contava… Ela contava que os clientes eram verdadeiros atores! Fingiam doenças e até colocavam gente gemendo na linha para simular uma situação familiar que justifique o endividamento. Vê se pode né? Já te aconteceu algo assim? Dinheiro não é algo dificil de administrar, somos nós que complicamos.
    Alias, temos um cliente em comum: o carente Hehe Porém, ´pessoalmente não tenho botão mute 😦
    Ansioso pelo próximo post hein, não pare!

    Curtido por 1 pessoa

    • Desajustado · março 16, 2016

      Já deram desculpas, fizeram barulhos de chiados com a boca para simular interferência
      na linha, bater o telefone na mesa, ou apenas xingam mesmo.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Pingback: 3. Tipos de clientes! | Devaneius
  3. M. S. Costa · abril 13, 2016

    Olá, você! Estou te indicando para responder essa tag: https://mirianne2.wordpress.com/2016/04/04/25-fatos-literarios-sobre-mim/
    Bons dias.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s