Alice Através do Espelho

Alice, você voltou!!!

Quem diria né. Pois é, quando anunciaram o segundo filme de Alice no País das Maravilhas, houve especulação a respeito de qual seria a narrativa, já que só conhecíamos uma história. Mas quem assistiu com certeza não se arrependeu.
Aproveitei o final de semana, dias dos namorados, para assistir com o meu love, e com certeza não foi dinheiro jogado fora!

A trama se desenrola quando Alice volta de uma expedição em alto mar, e se depara com um dilema: abrir mão de sua carreira marinha como capitã para viver com sua mãe, ou continuar em suas aventuras mas sem uma casa e sem família praticamente. De modo inesperado é recrutada novamente para o País das Maravilhas, quando Absolen (Alan Rickman 😭) diz que o amigo dela, o Chapeleiro Maluco, está com problemas e ela seria a única solução para tal. Alice parte em busca de tentar ajudar de qualquer modo seu amigo, mas recorre a meios um tanto perigosos. O Tempo. Com “T” maiúsculo, pois é um homem, que claro, controla o tempo, e por sua vez é apaixonado pela pior inimiga de Alice, a Rainha Vermelha (Helena Bonham Carter).

Nisso, vemos o crescimento da personagem principal, pois descobre que é impossível mudar o passado, e que ele na verdade não é nosso inimigo. Claro que pra chegar a tal conclusão ela sofreu horrores e por várias vezes foi estúpida em algumas atitudes. Mas o desfecho faz com que tudo seja relevante e assim é mais um filme de se apaixonar, ainda mais por ser produzido por Tim Burton e livro de Lewis Carroll
Ideologias implícitas no filme notadas por mim foi a questão do machismo, e naquela época era bem mais opressor do que hoje, era dito na cara, hoje em dia é mais “maquiado”. Alice (Mia Wasikowska) várias vezes é obrigada a ouvir de seu ex- noivo escroto que o fato de ser mulher a impediria de ser capitã e assumir expedições, ele é quem faz a coitada se fuder no mundo real.Ela não se deixa abalar por isso e corre atras do que é seu por direito. Nada é impossível.

E temos as partes marcantes, como o humor do Chapeleiro (Johnny Depp) e seus amigos ainda mais na hora do chá; do Tempo (Sacha Baron Cohen) que pelo menos achei que seria um grande vilão, mas na verdade não foi, não tão vilanesco quanto esperado; os efeitos cinematográficos maravilhosos  ainda mais em 3D, e a trilha sonora no final com a maravilhosa P!nk com “Just Like Fire” e para ver é só clicar no nome.

image

Então, pra você que ainda não assistiu corre enquanto há tempo 😉 E se viu, comente o que achou. Até mais, desajustados.

Anúncios

2 comentários

  1. Devaneius · junho 15, 2016

    Muito legal o filme, apesar de basicamente ser como o anterior, muita coisa nova ficou ótima, como o Tempo (Já o coloquei na tela de bloqueio do celular hehe). Precisamos de mais filmes bonitos como este!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Marcela Carvalho · junho 19, 2016

    Olá, tudo bem?
    Idiquei-te a uma Tag!
    Confere lá: https://devaneiosdalua.wordpress.com/2016/06/16/tag-liebster-award/

    Um beijo e sucesso! ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s